Look conforto

Mais um look do dia…tô sem vergonha demais, hein? E ainda mais com essas fotos de espelho lindíssimas #not.Enfim, como não tem jeito, vai assim mesmo!

Esse look é bem confortável e usei pra ir visitar uns brechós no centro. Curti porque ele ficou do jeito que eu gosto, arrumado na medida e foi bem confortável pros lugares que fui. Não curto usar muito vestido porque me sinto um pouco incomodada andando de ônibus e passeando por aí com um vestido curto, então esse look foi ideal. E usei uma modelagem que nunca tinha me arriscado e adorei: o macaquinho!

O macaquinho é da Riachuelo…a qualidade dele não é das melhores, mas também, paguei só R$45. O cinto foi uma remarcação da C&A, paguei R$9,90.

O tênis é o all-star velho de guerra e a bolsa longchamp marrom, a mesma do look anterior.

Achado de ontem!

No brechó Quase Dado, que dei a dica ontem, achei um item que sempre quis ter no meu armário: o tubinho preto.

É super curinga e não achava um que vestisse tão bem e quase não precisasse de ajuste. Mas lá no brechó Quase Dado achei o meu queridinho, feito com um tecido bacana, forrado e por apenas R$10 (!!!). Ah, detalhe: novinho!!!

No cabide…

Momento vergonha: no corpo. Pra vocês verem como vestiu legal, só precisei fazer a barra na costureira e gastei mais R$10.

Total: R$20. Incrível.

A modelagem é daquele estilo mais clássico que eu adoro: corte reto, justo sem ser apertado (sem marcar tanto os defeitinhos) e sem decote.Como é curtinho, essa modelagem reta e sem decote torna o vestido mais equilibrado.

Naiá

Brechó em Londrina: “Quase Dado”

A dica de hoje é o brechó Quase Dado, que está localizado em uma região cheeia de brechós, nas proximidades do shopping  Royal Plaza.

Apesar de um pouco pequeno, o brechó esconde verdadeiros tesouros: roupas femininas, masculinas, infantis, acessórios e várias opções em sapatos. Tem muuuita coisa boa lá e o preço é bom. A variedade de bolsas me surpreendeu e os preços delas são bem interessantes. Para vocês conhecerem o brechó:

Achei algumas coisas interessantes e tirei foto:

As camisas por R$10, a primeira, uma vermelha plissada e a segunda, da GAP.

Os artigos em couro: a bolsa da marca Kolosh e a jaqueta feminina.

Localizado na Avenida Celso Garcia Cid, número 109, sala 02. O telefone deles é o (43) 3324 – 6752. Eles possuem dois provadores e também aceitam cartões Visa e Mastercard. Não é ótimo? Eles abrem só em horário comercial e em alguns sábados, não em todos e as donas são muito solícitas.

Amanhã posto o que achei no brechó e já adianto: é uma peça super coringa que procurei por muito tempo. Querem chutar qual é?

Bazar Richards na ONG Viver

Gente, corre! Promoção e ainda ajudando uma instituição super importante de Londrina, a ONG Viver!

Vai ter bazar de peças da Richards em prol da Ong no próximo final de semana.

As peças estarão com desconto de 60%, é uma boa oportunidade para comprarmos peças da marca (que tem coisas lindas, mas é bem cara) com preços melhores.

O bazar vai acontecer na quinta (01), sexta (02) e sábado (03). Na quinta e sexta-feira eles estarão abertos das 14h às 20h e no sábado das 10h às 20h.  Horários bons para quem trabalha e só pode ir no sábado, né? O bazar vai acontecer na sede da instituição, que fica na Rua Lucila Ballalai, número 391, próxima ao hospital do Câncer de Londrina e das avenidas Duque de Caxias e Bandeirantes.

Qualquer informação pode ser encontrada no facebook da ONG Viver.

Beijos, Naiá

Look TCC

Pois é, galera, como a maioria de vocês sabem, ontem foi o dia da apresentação do meu trabalho de conclusão de curso de jornalismo na UEL!

Meu trabalho fez uma análise do discurso da cobertura de 2011 do São Paulo Fashion Week (especificamente dos desfiles de Alexandre Herchcovitch, Glória Coelho e Reinaldo Lourenço) feita por um dos primeiros sites especializados em moda no Brasil, o site Chic.

Deu tudo certo e, ao final, tiramos uma foto depois de graduada. Foi uma produção bem simples, mas tinha umas peças que eu adoro: uma de brechó, uma pechincha e também peças de departamento, tudo no mesmo look. Olha só:

Bom, a camisa custou R$30 em um brechó virtual (o Lavou tá Novo) e é um super curinga, mas sem ser muito sem graça, sabe? Ela é um pouco transparente, tem uma leve manga bufante e uns bolsinhos na frente, por isso fica mais legal que uma camisa branca normal.

Usei um maxi colar da C&A, calça de cintura alta da Zara e bolsa Le Pliage marrom da Longchamp que eu também adoro!

O detalhe do mocassim, que foi uma pechincha na loja Billie (centro de Londrina), só R$49,90! Fofo e muito confortável!

Bom, espero que tenham curtido mais um look…ainda tentando perder a vergonha!

Naiá

Vi na C&A

Fui na C&A e encontrei algumas coisas bem bacanas com preço melhor ainda! Querem ver?

Fofa fofa fofa! Levei pro caixa e desisti, simplesmente porque tenho que repetir constantemente o mantra: “Não preciso de MAIS uma bolsa”. Mas é tão linda que ficou no meu pensamento e decidi dividir com vocês, vai que tem alguém que está atrás de uma bolsa assim, né? Como dá pra ver na foto, custa R$79,90 e tem ela nessa cor e também inteiro no preto.

Camisa linda que eu levei junto com a bolsa pro caixa e não levei. O tecido é molinho (100% viscose) é daquele estilo “equipment” com os bolsinhos na frente e levemente transparente. E o preço tá ótimo: R$59,90. Ai, se eu passo lá de TPM…levo na hora!

Inspiradíssima em um modelo da Arezzo , mas com preço melhor, por R$59,90

O dia do 59, hein? Pra quem procura as calças coloridas…o vermelho é uma excelente opção. Essa também está R$59,90.

Ótimas opções, né?

Naiá

Dica: Brechó virtual “I want it”

Essa é para as meninas que gostam de brechó mas nem sempre tem tempo para sair por aí pesquisando: existem os brechós e bazares virtuais que dão a oportunidade de encontrar peças interessante a preços mais ainda.

Entre os que acompanho, percebi que o preço não é nem parecido com o dos brechós convencionais. As peças chegam a ter preços 5, 10 até 20 vezes maior do que teriam nos bazares que frequento. No entanto, vale a pena visitar alguns e, quem sabe, arrematar algumas pechinchas. Neles também é possível encontrar peças mais modernas e não tão “vintage” quanto nas lojas físicas.

Uma peculiaridade dos brechós online é a questão do tamanho. Costumo visitar os blogs que vendem as peças do meu tamanho, mas existem outros nos quais posso comprar sapatos e acessórios, mesmo que não vendam tamanhos de roupas iguais aos meus.

Já fiz algumas compras e nunca tive problemas (aos poucos, vou mostrando aqui), mas é bom tomar alguns cuidados, como tirar todas as dúvidas (tamanho, estado de conservação da peça, originalidade e frete), e também verificar as recomendações do vendedor. Um site muito bacana é o Sindicato dos Brechós, que divide com os leitores as recomendações e reclamações sobre os vendedores da rede. Logo, vou fazer um post com algumas dicas para encarar um brechó baseada nas minhas experiências, aguardem!

O primeiro indicado é o “I want it“, um brechó que nunca comprei, apesar de sempre visitar e namorar as peças vendidas pela Karla. Tem peças da Zara, H&M, GAP, Topshop e outras marcas que não vendem no Brasil.

O preço? Não é dos melhores, mas diversas peças são novas e estão com etiqueta. Variam, com vestidos de R$80, calças de R$60, saias de R$50 e blusinhas de R$40.  Mas também é possível achar peças bem mais em conta, de R$20 a R$30.

Algumas peças ainda disponíveis que gostei:

1. Saia cinza mescla Primark R$30

2. Bolsa Oasis R$60,00

3. Calça Flare   R$60

4. Blusa Floral E-vie R$40

5. Saia Floral Atmosphere R$50

Ah, esses preços estão sem o frete. Está na lista dos brechós online que visito que tem peças mais legais. Espero que gostem!

Beijos, Naiá