Guia dos brechós

De cara, já vou dizer: fazer achados por aí não é nada fácil. Sei disso porque, durante muito tempo, visitava brechós e saía de mãos abanando, sempre pensando que o problema não estava comigo: era o brechó que era ruim. Hoje, um tempo depois, revi meus conceitos posso afirmar que são raros os brechós ruins. Existem, claro, os desorganizados, os um pouco sujinhos, aqueles cujas peças não tem nada a ver com você. Mas olha, com algumas dicas não é difícil achar um item que agrade e, o melhor, com um preço incrível

Pensando nisso, decidi montar um guia (sem pretensões de mudar o mundo) para ajudar as pessoas que querem visitar os brechós e bazares sabendo de algumas peculiaridades.

Santa paciência: realmente, deve ser algo divino, porque a paciência de quem quer fazer achados em um brechó tem que ser grande. A questão é que os brechós não são como as lojas: não são todos extremamente organizados, a peça que você gostou possivelmente não terá em um número maior e nem em outra cor. Por outro lado, você pode conseguir comprar peças ótimas pagando muito pouco. No mais, quando decidir ir a algum brechó, tenha consciência que será uma tarefa um pouco demorada e vá com tempo.

As expectativas: um grande inimigo dos brechós são os ideais que propomos quando saímos de casa. Pensamentos como: “Ai, quero achar aquela camisa pro meu look color block, com bolsos na frente e no tamanho M, mas tem que ser de seda” ou então  “Quero uma bolsa de couro perfeita, modelo carteiro, em bom estado e preço até X reais”. Pensamentos assim devem ser esquecidos, até porque dificilmente serão realizados. Traçar alguns objetivos mais amplos, como procurar, por exemplo, por saias e acessórios é super válido e até ajuda! Mas não idealize os detalhes da peça para não se frustrar. O grande barato dos brechós é a surpresa de encontrar algo bacana sem estar esperando.

. Provador já! A maioria dos brechós que vou tem provador, então, utilize-o! Nunca compre a peça sem experimentar para não chegar em casa e fuén fuen: ela não servir ou ficar totalmente diferente do imaginado.

A compulsão: ok, pras loucas por roupas, acessórios e itens de moda, um brechó é o paraíso com seus precinhos incríveis. Mas não é por isso que você precisa sair de lá com milhões de coisas que nunca vai usar. Use o mesmo princípio que utiliza com as compras em lojas convencionais: só compre se tiver certeza que vai usar (mesmo que nunca o faça, é um bom princípio de exclusão). Pegue as peças que gosta e, ao final da compra, selecione as mais bacanas.

Raio X: Depois de escolher as peças preferidas, analise uma por uma procurando defeitos. Já comprei blusas lindas, mas com furos de traça, rasgos escondidos e coisas que não poderiam ser consertadas por simples distração. O destino? Lógico, doação.  Dê uma boa analisada e só compre se os defeitos forem fáceis de arrumar.

Dinheiro. Sim, sem a ilusão de que brechós aceitam cartões de crédito ou débito. Um ou outro até podem aceitar, mas, se você não conhecer, o melhor é levar dinheiro vivo. Sempre que vou levo cerca de 30 reais, mas cada brechó tem seus preços, alguns mais caros e outros mais baratos. Uma boa dica é: se você for em algum brechó em outra cidade, leve um pouco mais para não se arrepender depois.

Os cuidados. Ao chegar em casa, o melhor a fazer é lavar ou limpar as peças com cuidado, respeitando as indicações de lavagem para cada tecido. Quando é necessário algum reparo, logo depois levo para a costureira ou sapateiro (ansiosa!). Assim, quando você precisar usar a peça, ela vai estar limpinha e arrumada. As roupas, quando delicadas, lavo a mão e os sapatos e bolsas passo um pano úmido para tirar a poeira e sujeiras superficiais. Logo depois, é bom fazer uma limpeza interna com sabão e externa com algum produto específico para o material.

Para saber, muitas peças de brechó são compradas em ótimo estado e outras nem tanto. Algumas dá para arrumar, melhorar muito, mas ainda assim não ficam como novas. Mesmo assim, são peças incríveis e únicas. Tem uma bolsa que é minha paixão, tenho até dó de usar, mas ela tem alguns defeitinhos e parece um pouco velha por conta disso. Mas é uma bolsa única, fofa, com detalhes que nunca acharia em outra. O melhor: custou R$1 e é de couro. Incrível!

Ah, e outra coisa: nunca julguem um brechó pela sua aparência. Já fui em lugares aparentemente ruins que achei diversas coisas boas e outros, com boa aparência, em que não achei nada!

Update: Esqueci de uma coisa: muitas compras, com uma reforma na costureira ou sapateiro, viram uma nova peça! Vale a pena imaginar um vestido mais curto ou adaptada para o seu tamanho, uma bolsa pintada ou um sapato reformado, principalmente pelo preço inicial!

Foto: Escambo Fashion

Anúncios

19 thoughts on “Guia dos brechós

  1. Oi Naiá, tô adorando o Blog!

    Te contar que nunca comprei nadinha em brechó? Haha, tá, pra não mentir, comprei sim, mas no Beacon’s Closet em NY, então acho que nem vem muito ao caso… já entrei em alguns brechós em Londrina e aqui e nunca me apaixonei por nada. E pior, quando eu gosto sempre acho muito caro pra ser roupa de brechó. Acho que não dou muita sorte, mas acho uma alternativa super válida (e cool) pra quem tem paciência de procurar. No Beacons eu lembro que comecei a olhar as coisas bem desconfiada e só empolguei mesmo depois de achar um blazer da Prada com etiqueta e tudo (ou seja, novo!) que me serviu perfeitamente por 50 dólares…

    • Oi Nay! Mentira? Jurava que você curtia os brechós! Então, isso é uma coisa muito comum e espero que o blog ajude a ‘desmistificar’ esse lado dos brechós, pq juro, raramente fui em algum e nao gostei de NADA, sabe? Lógico que precisa fuçar, procurar e ter muuuuita paciência, mas dá pra se achar muita coisa legal, viu? Vou deixar a vergonha de lado e tirar umas fotos com as peças que acho, pq tenho bastante coisa de brechó no armário… misturando com peças mais modernas e novas, fica um hi-low bem legal, né?
      Bom, espero que goste bastante do blog e que você tome coragem a ir nos brechós de ctba hein????

      • Odeio brechós que os atendentes nao estão nem aí. Lembra aquele que a mulher tava deitada com as pernas pra cima e nem se mexeu qdo chegamos? heheheh lindo post, adorei! beijos!!!

      • Pois é, amor. Também odeio. Aquele nem ficamos, né? Tbm com tanto descaso…

  2. Adorei o guia Naiá. Mas se até na feira tem cartão de crédito, daqui a pouco os brechós tbm vão aderir à nova tecnologia.
    Vc conhece aquele imenso na Celso Garcia Cid com a Mato Grosso?
    Beijos, Yvi

    • Oi Yvi, qual deles? Vc sabe o nome? Vou lá hoje e confirmo se sei, é um que tem infantil tb???
      Quanto aos cartões, não duvido mesmo! Acho que logo logo eles vão aderir mesmo! hehehe Beijão e obrigada por comentar!

  3. Eu acho brechó “um barato”. Concordo em vários pontos: tem que camelar um monte, não adianta ir com idéia fixa; sobre as atendentes, eu nem ligo, odeio que fiquem me seguindo nas lojas.. hahahaha
    E tem aquela coisa, como exigir muito de uma coisa que você pagou 1 real, 3 reais… Como eu sou muquirana, pra mim uma peça de roupa custar 1 real significa: sustentabilidade. Pro meu bolso principalmente. HÁ!
    A peça mais linda que eu comprei foi um conjunto de pijama de seda todo em quadrinhos com histórias do Popeye, Denis pimentinha, Recruta Zero, Hagar, Fantasma…
    Uma coisa legal também é levar coisas que você não usa mais e fazer uma troca, se o brechó for grande rola.
    Curti teu blog, Naiá. É f*** ver um monte de blog cheio de creyça dando opinião tirada de revista de moda. Daí é fácil né?
    Beijão!!!

    • Hannah!!! Adorei vc comentando aqui! Consegui até imaginar seu pijama e deve ser a coisa mais linda do mundo! Meu, isso de brechó é um barato mesmo. Cada coisa que achamos, coisas únicas que não são como as peças das lojas, todas iguais, estampas iguais, modelagens iguais! É, Hannah, concordo com a tua opinião sobre os blogs. Não que seja fácil se vestir bem, pq vejo tanta gente cheia da grana e muito cafona, mas, realmente, com um armário recheado de grifes é um pouco mais complicado se vestir mal, né? Quero mostrar isso: que não é tão difícil uma ‘moda possível’ Espero que vc goste do conteúdo e volte sempre! Obrigada pelo comentário! Beijão

  4. nany adorei o post!!! e concordo plenamente… aprendemos com a mama que temos que ter fé e imaginar o que queremos encontrar mas também sermos flexiveis para conseguir enxergar. paciencia é o cara mesmo! kkkk
    não é facil escolher as peças, to com umas encalhadas aqui que irao pra doaçao tb! mas ja comprei camisa branca, colete jeans e camisa de seda que amo de paixao! vale a pena com ctzzz!
    depois vou tirar fotos de umas peças que comprei no brecho aqui de sampa e do brecho tb! quando vc vier vamos em varios fazer pesquisa ne…
    ahhh posta os looks! rsss bjoss t amo pekena

    • Oi minha querida irmã!!! Realmente, tudo que sabemos sobre brechó foi aprendido com a mami, né? Flexibilidade é tudo, mas foco tem que vir junto! só queria aquela visão de raio x que ela tem!!! tira as fotos sim que eu queria muito muito ver!
      Te amo pequena! thanksss por tudo

  5. Tá aí guia pra imprimir e levar no bolso. haha
    A dica mais bacana é a do dinheiro, definitivamente não dá pra arriscar indo só com o cartão. Pode adicionar aí que uma galera precisa de anti-alérgico, questão de sobrevivência, né?! haha

    Como sempre ótimo, Ná.

    ps: tô lendo tudo tá, mas comento pouco por falta de costume. beijão.

    • hahahaha Mais ou menos né Dna mariana!!! Que saudade! Nas férias vou pra bauru pra irmos em TODOS os brechós com a Cathita! que tal?

  6. Pingback: Look de hoje! « Moda Possível

  7. ADOREI A REPORTAGEM DO GLOBO COMUNIDADE…PENA QUE NAO INFORMOU O ENDEREÇO DO BRECHO……PLEASE…QUAL E ????? CARMENCITA

    • Olá Carmeeen, qual brechó? O do Globo eu, infelizmente, não consegui assistir. Assim que conseguir descobrirei qual brechó foi, viu? Dá uma olhadinha aqui no blog que tem várias dicas de brechós bacanas! Beijoo

  8. ola tem um brecho beneficente aqui perto de casa 2 vezes por mês ,e estou sempre la,desde que descobri, já comprei coisas maravilhosas , blazer ,sobretudo de lã,calças de marca do 3 reais faço bermudinha,saias,jaqueta de couro legitima por 30 e muitas ,muitas blusinhas,sou muito mais feliz hoje,a e sapatos tbm ate esse de Glitter por 5 reais,e bolças por 5 reais.semana que vem estou la.

    • Opaaa Sandra, que beleza isso tudo! De onde você é? Passa a dica desse brechó maravi ai! Que beleza, AMO pechinchas! Beijo grande =)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s