10 dias em Londres

Oi meninas. Sumi, eu sei. Mas agora tenho quase certeza que as coisas por aqui ficarão mais tranquilas. Logo no meu segundo dia em Londres achei uma casa incrível bem no lugar que eu queria. Foi tipo um milagre porque aqui, apesar de não ser difícil achar quartos para alugar, o grande problema é que eles geralmente são beeem caros. O que eu achei tinha um preço bem bacana e é super bem localizado então, achadíssimo!

Não contei direito para vocês mas vim para Londres sem nada arranjado. Simplesmente comprei minha passagem de ida a volta.  A maioria das pessoas me acha mega doida quando eu falo mas acho que a vontade de vir pra cá era tanta e há tanto tempo que não pensei duas vezes. Como não tinha tanto dinheiro assim, decidi que não iria por agência nenhuma. Ia na cara e na coragem. Na verdade, não tinha nem feito reserva em albergue nem nada. Cheguei em Londres sem onde ficar. Mas a cidade é incrível e, obviamente, em 1h tinha minha cama no hostel reservada. Sei lá, me deu a louca e imaginei que a cidade oferecesse tantas opções que não iam me faltar oportunidades de me virar por aqui. E foi o que aconteceu. Não sei se a sorte me sorriu ou se quando você quer uma coisa com toda a sua força ela realmente acontece, mas a verdade é que tudo tem dado super certo por aqui. Vim sozinha, sem conhecer ninguém na cidade, sem muuuuito dinheiro e ainda sem lugar pra ficar. E, no final, tudo deu mega certo. Agora quero que vocês conheçam minha casa nova durante a temporada de Londres. Preparem-se porque o post é cheeeeio de fotos!A casinha é beeem fofa e muito delícia. Tem dois andares e moro no segundo, num quarto bem fofo mas que precisa de uma decoraçãozinha:

Esse é o meu quarto. Amei, amei e amei…

E o jardim!

oltinha no centro de Londres no sábado…beleza por todos os lados, delícia!

Além do fish and chips, que provei no meu primeiro dia aqui, decidi comer um prato típico inglês: o english breakfast. Só não sei como alguém consegue comer isso de café da manhã porque eu mesma comi as 17h e fiquei passando mal o resto da noite. Não é ruim mas não é bem aquele tipo de comida leve…hehehe

O que eu comi tinha torradas, ovos, bacon, feijão, um negócio que não reconheci e linguiça. Só! heheheTá difícil me adaptar na hora de me vestir: trouxe pouquíssimas coisas, tem dias que o frio é tanto que dá vontade de ir de cobertor enrolado – e provavelmente não seria suficiente. Mas acho que logo me acostumo e tiro fotos de alguns looks…quem sabe? Esse foi usado pra ir tomar um vinhozinho por aí e estrear o tênis novo de onça e spikes que eu comprei na Primark. Logo logo ele vai aparecer por aqui com detalhes…

Look: Camisa de seda do brechó Lupércio Luppi (Londrina) • Saia Zoomp (antiiiiga) • Bolsa Mercado San Telmo (Buenos Aires) • Cardigan Zara • Tênis Primark (10 libras…uns 35 reais)

Ida ao Golders Hill Park…o dia estava lindo quando chegamos mas em meia hora o tempo virou e…choveu! Hunf…

E no sábado começaram as comemorações para o Halloween, que, pelo visto, irão até a semana que vem. Pra dar um migué, fiz um olho à lá Amy Winehouse e, se me perguntassem, essa seria minha fantasia. #sónotruque

E minha companhia foi a leitora que agora virou amiga, a Amanda. Ela até mandou uns achados de brechó daqui de Londres, lembram? Acabamos nos conhecendo aqui e já demos várias voltinhas pela cidade.

E, por fim, um caramel macchiato tamanho EG! Gente, tinha uns 500 ml nessa caneca, surreal e delicioso 😛

Bom, esse foi um resumo da última semana e do fim de semana. A grande novidade é que consegui um emprego! Vou trabalhar na loja Bershka (mesmo estilo da Zara) e tô mega feliz…logo mais conto como é meu dia a dia no trabalho, começo na quinta.

Vocês gostam desse tipo de post ou ele é desnecessário?

Beijo, Naiá

Anúncios

Primeiras compras de Londres

Oi meninas! Estou um pouco sumida mas, assim que tudo ficar normal por aqui prometo aparecer com várias dicas da Inglaterra pra vocês! Enquanto não arranjo um emprego, estou comprando pouca coisa mas não resisto àquelas coisinhas baratas e fofas, né?

Vou mostrar um pouco dos itens baratinhos daqui:

 

Já falei no outro post que sou viciada na loja “Poundland”, né? Todos os itens foram comprados por 1 pound (1 libra, R$3.60) Só o balm rosa não é da Poundland, é da Boots, mas também custou 1 libra.

Vocês acreditam que comprei produtos ‘genéricos’ dos da benefit por R$3,50? Esse blush líquido é bem parecido com o da Benefit e o iluminador ainda não testei! E esse bronzeador em bolinha? Bafo! Estou adorando e me sentindo “a bronzeada” aqui. O shampoo da Swarzploft (não consigo pronunciar Schwarzkopf nem por decreto) também foi 1 pound, ô beleza! Já testei e é bom demaaaaaaaaaais!

Já comprei algumas coisas nos brechós e logo posto aqui pra vocês! Ainda estou acostumando a postar daqui, portanto, por favor, perdoem!

Beijo, Naiá

 

Notícias de Londres…

Pois é. Cheguei. Já deu tempo de me apaixonar pela cidade, de fazer umas comprinhas, de comer o famoso fish n chips, de torrar em libras (que valem mais do que barras de ouro!) e, claro, de escolher minha lojinha preferida: Poundland. É tipo a loja de R$1,99 no Brasil MASSSSSSSSSS sem coisinhas mequetrefes do Paraguai. São coisas ótimas, desde lanches, passando por maquiagens, shampoos e etc e até fantasia de Halloween por incríveis uma libra (ou um pound, pro nome da loja fazer sentido…). É tipo surtante. Tenho vontade de comprar tudo.

Agora um resumo em fotos dos meus quatro primeiros dias:Ainda no Brasil: foto com os meus lindos, meus pais, minha irmã e meu namorado. Difícil deixar todo mundo aí…entrar naquela sala de embarque foi tenso!

A viagem é bem mais rápida e confortável do que eu pensava…tentei tomar um vinho branco pra acalmar mas êta treco ruim viu? Também consegui assistir Coco antes de Chanel e é muito bacana, recomendo! Adorei a seleção de filmes do avião e, se a viagem durasse umas 40 horas eu ia aproveitar. Já tinha visto uma série no GNT que contava toda a vida dela e gostei muito dos dois filmes, duas abordagens bem diferentes dela…talvez Coco antes de Chanel seja um pouco mais superficial mas, de qualquer forma, é interessante conhecer tudo que ela fez e precisou enfrentar antes de virar um dos maiores ícones da moda…O mapinha da ansiedade e a visão pouco antes de pousar…ansiedade pura!

 

Depois de uma SUPER epopéia pra chegar onde eu queria cheia de malas e de metrô, cheguei em Shepherds Bush, uma região que já amei de cara. Ia ficar nesse albergue-pub que chama St. Christophers Inn mas não tinha mais vaga!Até arranjar outro albergue decidi experimentar um dos ‘pratos típicos’ ingleses…o famoso Fish and Chips. Gostoso mas muito muito gorduroso! heehehe Depois de quase 24h entre a viagem e tudo mais, consegui um albergue! Fiquei em um bem perto, próximo ao Royal Albert Hall e vários museus legais, chamado Astor Hyde Park e minha experiência foi bem bacana! Os quartos eram mistos com seis camas e um banheiro e com certeza ficaria em um hostel novamente!

Olha só o quarto:

 

Dando uma voltinha no meu primeiro dia oficial em Londres. Tudo lindo, estou apaixonada! E já conhecendo os brechós pelas redondezas! Logo mando mais notícias! Beeeijo!

Resultado sorteio Ballasox

Desculpem a demora pelo sorteio…avisei a vencedora pela página do Moda Possível no facebook e fiquei devendo o anúncio por aqui.

Fiz o sorteio duas vezes porque a primeira vencedora estava inscrita duas vezes. E a feliz ganhadora da Ballasox foi a Jéssica Narielly, de Santo Antônio da Platina, no Paraná. A Jessica já respondeu meu email e logo logo estará recebendo sua Ballasox. Parabéns, Jessica, tenho certeza que você vai amar.

E para quem não ganhou, logo teremos mais sorteios aqui no blog.

 

Meu achado no bazar Samburá

É, acho que descobri que meu ponto fraco são bolsas. Impressionante, toda vez volto de um brechó com uma – ou mais que uma – nova para a coleção. Sempre está faltando alguma para a já imensa coleção mas é irresistível.

Para quem acompanha o blog pelo facebook (curte aí!) , essa bolsa não é novidade nenhuma. Mas para quem não viu, essa foi a minha compra no bazar Samburá: uma bolsa creme fofa de tudo. Tenho uma bolsa parecida e sei que essa cor suja demais – não é, obviamente, como uma bolsa preta que nunca suja – mas é uma cor excelente para aqueles looks básicos que tanto gosto.

É daquelas bolsas meio utilitárias, bem antiguinhas. Cabe pouca coisa, mas é mega fofa…e custou só R$5.

Lembrando que o bazar Samburá está localizado na Rua França Pinto, número 783, na Vila Mariana, em São Paulo. O número para contato é o (11) 5908-7899 e eles funcionam de segunda a sexta das 9h às 17h e aos sábados das 9h às 16h.

E aí, curtiram a escolha? Vocês também tem paixão por bolsas, principalmente as de brechó?

Naiá

Brechó em São Paulo: Samburá

Finalmente visitei o famooso bazar Samburá, em São Paulo. Já tinham me falado dele e, um dia, consegui dar uma passadinha lá e ver se valia a visita para indicar aqui no blog. E vale. Olhem só:Ps: Foto retirada deste link, esqueci de tirar foto da entrada. 

O Bazar Samburá é um bazar beneficente em prol do centro de reabilitação médica do Lar Escola São Francisco. Todos os meses, atendem cerca de 17 mil pessoas com problemas deficiência física permanente ou temporária. Gente pra caramba! Para vocês terem uma ideia de como um bazar pode beneficiar muito mais gente do que imaginamos, não tinha ideia que tanta gente era beneficiada…bacana demais!

Quando fui, tirei foto só da parte de roupas, mas o lugar é imenso e tem de tudo: móveis, brinquedos, artigos de decoração, livros, eletrônicos, enfim. Já vi muita gente falar que lá é um lugar super bacana para comprar móveis usados pelo preço, que não é super barato, mas é bem melhor do que as lojas de móveis usados de São Paulo. As roupas variam de R$5 a R$15 reais em média e vi itens em ótimo estado.

O bazar Samburá fica na Rua França Pinto, número 783, na Vila Mariana, em São Paulo. Para contato, o número é o (11) 5908-7899. Eles funcionam de segunda a sexta das 9h às 17h e aos sábados das 9h às 16h.

Naiá

Eu vou, mas volto!

Mais uma novidade aqui no blog… Não contei nada porque ainda tinha muita coisa para postar de Buenos Aires mas hoje embarco para a maior aventura da minha vida! Vou morar quatro meses sozinha em Londres, a cidade que sempre sonhei em conhecer e que sempre permeou meus maiores sonhos de viagem. Vou com toda a coragem que tenho – e que não tenho – pra fazer o que sempre quis fazer: viver fora do Brasil por um tempo. E passar perrengue!

Mas não pensem que vocês se livrarão de mim não. Com certeza, o ritmo do blog ficará bem diferente e será difícil manter os posts diários, mas não vou deixar de postar, pelo menos, 3 vezes por semana aqui. Vou tentar dividir com vocês meu dia a dia e, lógico, os brechós londrinos. Vou lá para trabalhar e melhorar o inglês então, a correria será grande. Peço bastante paciência com o blog, mas isso é uma coisa tão importante e parte de um sonho tão especial que conto com vocês!

Enquanto vou me adaptando por lá, agendei alguns posts aqui no blog para vocês não sentirem tanto a minha ausência. E vou postando as novidades em tempo real no instagram, @naiaaiello.

Beijo, me desejem sorte que vou precisar muito.