Minha escolha no Jolie

Como é difícil ir em tantos brechós como eu vou e não poder levar várias coisas. Mas, como já tenho um armário abarrotado, estou planejando uma viagem (e, consequentemente, muitos brechós internacionais, lindos e baratos, ai ai ai ♥), preciso me controlar e sempre, mesmo com pechinchas incríveis, penso muito antes de comprar alguma coisa. Isso não quer dizer que eu compre pouco, mas evito comprar muitas coisas que não vou usar ou são supérfluas. É um exercício bacana porque, embora os preços nos brechós sejam mais do que atrativos, não dá pra levar tudo e depois nem ter onde guardar, né?

Uma dica boa que eu faço é uma listinha no celular com tudo que eu estou querendo no momento. Conforme os dias passam, alguns itens são inseridos e exccluídos da lista porque pondero se quero mesmo, se vou usar, se preciso muito e etc. O bacana é que, quando vou no brechó ou shopping, dou uma olhada na listinha para não esquecer do que realmente quero e me perder em compras que já tenho ou não quero no momento. Serviu muito para que minhas compras sejam mais focadas.

Bom, depois de muito papo (ultimamente, tô gostando de contar umas historinhas para vocês…) hoje trouxe a minha compra no Jolie Brechó. É difícil não sair de lá com muitas coisas, já que todas as peças que fotografo aqui na tag “Minhas escolhas” são realmente peças que eu gostei e levaria para casa. Mas comprei um sapato que, se não tivesse levado, me arrependeria amargamente.

Além disso, eu até estava querendo uma bota nova apesar de ter comprado só quatro em 2012. Oi? Sim, você leu certo: quatro botas neste inverno. Mas eu explico, pessoal. Eu só tinha duas botas bem feinhas e usadas no meu armário…e nos últimos invernos nenhuma nas lojas me agradava porque todos os modelos eram de montaria…até que as botas mais curtinhas apareceram e eu fiquei doida surtada com todas que me apareciam e fiz a farra na Zara e comprei duas em um intervalo de dois meses. Mas tenho uma desculpa bem da boa: das quatro, duas eram de brechó, então o rombo no orçamento foi super baixo. Funcionou minha explicação ou continuou feio pro meu lado ter falado de estratégias para compras conscientes lá em cima pra depois assumir que comprei quatro botas em um único inverno? hihihi.

UPDATE: lembrei de mais uma que comprei em outro brechó (essa aqui!) …totalizando CINCO botas em um único inverno…que maluca.

Enfim, chega de lenga-lenga e olhem só a minha botinha nova amor eterno:

 

Botinha Santa Lolla comprada no Jolie Brechó. Ela é levemente country e bem confortável por conta do salto pequeno. Estava em ótimo estado e paguei R$35.

Ah, lendo uma matéria no Chic, vi que tem uma bota da Isabel Marant sendo muito usada pelas celebs chamada “Dicker Boots”, e achei que ela é bem no estilo dessa que comprei com o bico um pouco mais arredondado.

 

Katie Holmes

 

Miranda Kerr

Kate Bosworth.

E vocês, também acham que as botas se parecem ou tô doida?

Beijo, Naiá

Anúncios

Os achados do brechó Jolie

Depois de mostrar um pouco do Jolie Brechó, agora é a hora de vocês verem tudo que eu achei de mais bacana lá. Mas era tão difícil escolher apenas algumas peças que escolhi várias, de estilos diferentes e algumas que estão bem em alta atualmente. Tem peças na tendência metalizada, no couro, calças coloridas, camisas estampadas, enfim, tudo bem bacana e de acordo com o que está nas lojas.

As camisas: a vermelha custa R$29 e a estampada – maravilhosa – custa R$59. 

 

 

Duas tendências: a transparência e as camisas bicolores em preto e branco: A transparente custa R$10 e a bicolor R$25.

Chemise vermelha (que quaaaaase levei) R$29 e camisa cinza também R$29.

E as peças rendadas. O look 1 tem camiseta de renda (R$29) e saia de couro Daslu (R$30). E o vestido rendado na cor goiaba (R$35).

Blazer off white que custa R$49 e blazer P&B por R$59.

 

Blazer (amor demais ♥, pena que era grande pra mim) de poá R$69 e casaco bem lindo bege por R$89. 

 

Jaqueta de couro sintético dourada por R$89 e colete também sintético em matelassê por R$30.

 

 

 

Calça de couro sintético (meio pantalona) por R$49 e skinny azul klein por R$49. 

 

 

Na foto não dá pra ver, mas esse suéter com brilhos é um amor (R$20) e esse blazer bicolor também (R$59). 

 

Os sapatos: mocassim dourado por R$15 – na promo, porque antes era R$30 – e dockside fofo da Bottero por R$20. 

 

Clutch caramelo (R$19)

 

 

 

Clutch nude (beem linda) por R$29.

Amanhã posto foto do meu escolhido…que eu AMEI! Gostaram das peças? Lembrando que tudo pode ser comprado online pelo blog Jolie.

Ps.: Os posts sobre os brechós e também sobre o Jolie não são posts pagos, só coloco o preço para que vocês tenham uma ideia, ok?

Naiá

 

Jolie Brechó

Se tem uma coisa que eu amo em São Paulo é a variedade de opções. Apesar da correria constante, de viver com pressa, do trânsito e do amontoado de pessoas, São Paulo é a cidade onde se pode escolher o que quiser. Seja lá o que você queira: ser, comprar, tentar, imaginar, ir. E, para as amantes de brechó como eu, a variedade torna possível escolher um tipo de brechó que faça mais o seu estilo. Como vocês já perceberam, não sou muito fresca e enfrento qualquer tipo de brechó: os chiques e organizados, os pequenos e amontoados, os grandes e sem organização alguma, os de peças chiques, de peças sem marca nenhuma, aqueles que colocam suas peças em cabides, os que colocam em prateleiras e até aqueles que simplesmente colocam num saco e exclamam: “fuça aí”. Mas posso abrir o coração? Um brechó organizadinho é muito bom, sim, e eu adoro. E ainda mais um brechó organizado, cheio de estilo, muito bem decorado…é inspirador. Mostra, como eu quero mostrar para vocês aqui no Moda Possível, que brechó não precisa ser estigmatizado como uma coisa anos 70, caricata e icônica, mas pode ser uma coisa bacana, cool, do mesmo jeito que as lojas do shopping são (embora algumas nem isso sejam). O mais legal é que você, certamente, vai comprar muito mais peças e vai gastar muito menos. Foi assim que eu apaixonei pelo Jolie brechó. Sempre quis visitá-lo e nunca conseguia, já indiquei ele aqui como brechó virtual mas queria mesmo é ver como é, conhecer, garimpar um bocadinho. Sabem como é?

E foi então que em um dia de chuva de São Paulo peguei meu guarda-chuva e fui. Ele não fica muito longe do metrô Praça da Árvore, então se você não ligar de andar umas 8 quadras é tranquilíssimo. Fui muito bem recebida pela dona, Maria Silvia e, claro, me apaixonei por tudo lá dentro. Aconchegante, organizado e com peças selecionadíssimas, o brechó possui todas as melhores qualidades de uma loja mas com o mais importante dos brechós: preço bacana. As peças possuem uma média de preço que varia, basicamente, entre R$20 e R$60 reais, mas lá você pode encontrar peças de R$10 e, claro, também peças com preços mais altos. O mais importante de tudo é que as peças realmente valem o preço e são equivalentes ao que os brechós da cidade costumam praticar.

Tirei algumas fotos para vocês verem um pouquinho do Jolie Brechó:

A parte masculina!

Outra coisa bem legal é que parte das vendas do Jolie Brechó são revertidas para a associação beneficente Cantinho Meimei.

Brechó Jolie está localizado na Rua Guapiaçu, 203, na Vila Clementino, em São Paulo. O telefone para contato é o (11) 2533-1757 e as compras podem ser feitas por email, no joliebrecho@gmail.com. O horário de funcionamento é de segunda a sexta das 10h às 19h e aos sábados, das 10h às 16h.

Amanhã vou postar o que achei de bacana no Jolie. Tem muita muita coisa boa!

Naiá