10 dias em Londres

Oi meninas. Sumi, eu sei. Mas agora tenho quase certeza que as coisas por aqui ficarão mais tranquilas. Logo no meu segundo dia em Londres achei uma casa incrível bem no lugar que eu queria. Foi tipo um milagre porque aqui, apesar de não ser difícil achar quartos para alugar, o grande problema é que eles geralmente são beeem caros. O que eu achei tinha um preço bem bacana e é super bem localizado então, achadíssimo!

Não contei direito para vocês mas vim para Londres sem nada arranjado. Simplesmente comprei minha passagem de ida a volta.  A maioria das pessoas me acha mega doida quando eu falo mas acho que a vontade de vir pra cá era tanta e há tanto tempo que não pensei duas vezes. Como não tinha tanto dinheiro assim, decidi que não iria por agência nenhuma. Ia na cara e na coragem. Na verdade, não tinha nem feito reserva em albergue nem nada. Cheguei em Londres sem onde ficar. Mas a cidade é incrível e, obviamente, em 1h tinha minha cama no hostel reservada. Sei lá, me deu a louca e imaginei que a cidade oferecesse tantas opções que não iam me faltar oportunidades de me virar por aqui. E foi o que aconteceu. Não sei se a sorte me sorriu ou se quando você quer uma coisa com toda a sua força ela realmente acontece, mas a verdade é que tudo tem dado super certo por aqui. Vim sozinha, sem conhecer ninguém na cidade, sem muuuuito dinheiro e ainda sem lugar pra ficar. E, no final, tudo deu mega certo. Agora quero que vocês conheçam minha casa nova durante a temporada de Londres. Preparem-se porque o post é cheeeeio de fotos!A casinha é beeem fofa e muito delícia. Tem dois andares e moro no segundo, num quarto bem fofo mas que precisa de uma decoraçãozinha:

Esse é o meu quarto. Amei, amei e amei…

E o jardim!

oltinha no centro de Londres no sábado…beleza por todos os lados, delícia!

Além do fish and chips, que provei no meu primeiro dia aqui, decidi comer um prato típico inglês: o english breakfast. Só não sei como alguém consegue comer isso de café da manhã porque eu mesma comi as 17h e fiquei passando mal o resto da noite. Não é ruim mas não é bem aquele tipo de comida leve…hehehe

O que eu comi tinha torradas, ovos, bacon, feijão, um negócio que não reconheci e linguiça. Só! heheheTá difícil me adaptar na hora de me vestir: trouxe pouquíssimas coisas, tem dias que o frio é tanto que dá vontade de ir de cobertor enrolado – e provavelmente não seria suficiente. Mas acho que logo me acostumo e tiro fotos de alguns looks…quem sabe? Esse foi usado pra ir tomar um vinhozinho por aí e estrear o tênis novo de onça e spikes que eu comprei na Primark. Logo logo ele vai aparecer por aqui com detalhes…

Look: Camisa de seda do brechó Lupércio Luppi (Londrina) • Saia Zoomp (antiiiiga) • Bolsa Mercado San Telmo (Buenos Aires) • Cardigan Zara • Tênis Primark (10 libras…uns 35 reais)

Ida ao Golders Hill Park…o dia estava lindo quando chegamos mas em meia hora o tempo virou e…choveu! Hunf…

E no sábado começaram as comemorações para o Halloween, que, pelo visto, irão até a semana que vem. Pra dar um migué, fiz um olho à lá Amy Winehouse e, se me perguntassem, essa seria minha fantasia. #sónotruque

E minha companhia foi a leitora que agora virou amiga, a Amanda. Ela até mandou uns achados de brechó daqui de Londres, lembram? Acabamos nos conhecendo aqui e já demos várias voltinhas pela cidade.

E, por fim, um caramel macchiato tamanho EG! Gente, tinha uns 500 ml nessa caneca, surreal e delicioso 😛

Bom, esse foi um resumo da última semana e do fim de semana. A grande novidade é que consegui um emprego! Vou trabalhar na loja Bershka (mesmo estilo da Zara) e tô mega feliz…logo mais conto como é meu dia a dia no trabalho, começo na quinta.

Vocês gostam desse tipo de post ou ele é desnecessário?

Beijo, Naiá

Anúncios

Eu vou, mas volto!

Mais uma novidade aqui no blog… Não contei nada porque ainda tinha muita coisa para postar de Buenos Aires mas hoje embarco para a maior aventura da minha vida! Vou morar quatro meses sozinha em Londres, a cidade que sempre sonhei em conhecer e que sempre permeou meus maiores sonhos de viagem. Vou com toda a coragem que tenho – e que não tenho – pra fazer o que sempre quis fazer: viver fora do Brasil por um tempo. E passar perrengue!

Mas não pensem que vocês se livrarão de mim não. Com certeza, o ritmo do blog ficará bem diferente e será difícil manter os posts diários, mas não vou deixar de postar, pelo menos, 3 vezes por semana aqui. Vou tentar dividir com vocês meu dia a dia e, lógico, os brechós londrinos. Vou lá para trabalhar e melhorar o inglês então, a correria será grande. Peço bastante paciência com o blog, mas isso é uma coisa tão importante e parte de um sonho tão especial que conto com vocês!

Enquanto vou me adaptando por lá, agendei alguns posts aqui no blog para vocês não sentirem tanto a minha ausência. E vou postando as novidades em tempo real no instagram, @naiaaiello.

Beijo, me desejem sorte que vou precisar muito.